terça-feira, 1 de novembro de 2011

Jutahy considera inadmissível agressão à jornalista Monalisa Perrone

O deputado Jutahy Junior (BA) reprovou a agressão sofrida pela repórter Monalisa Perrone durante a transmissão, ao vivo, do “Jornal Hoje” nesta segunda-feira (31). “Isso é algo inadmissível, absolutamente contra os padrões de civilidade que o Brasil já adquiriu e um atentado à democracia e à liberdade de imprensa”, disse.
A agressão ocorreu no início do telejornal. Perrone estava em frente ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e foi chamada pela apresentadora Sandra Annenberg para dar mais informações sobre o tratamento quimioterápico do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que enfrenta um câncer na laringe.
Segundo Jutahy, os partidos políticos precisam reagir contra demonstração que impeça a livre manifestação da imprensa, instituição que tem desenvolvido importante papel na defesa dos valores. “Sabemos da luta travada para garantir em nossa Constituição o princípio da representação política, com absoluta segurança da liberdade dos meios de comunicação.”
“A atitude de vândalos é absolutamente incompatível com a realidade do Brasil de hoje, uma conquista de gerações que lutaram pela liberdade, pela livre expressão, pelo direito à manifestação através de todos os meios de comunicação”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário