quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Política: Participar é exercer a cidadania. ..


"O preço a pagar pela tua não participação na política é seres governado por quem é inferior." Platão

A palavra política deriva do grego πολιτικός, de "para, ou relacionado com os cidadãos."

Platão não se referia especificamente ao ato de eleger representantes para decidirem por nós, ele referia-se a nós tomarmos as decisões que NOS DIZEM RESPEITO.



Se não aprendes a governar, serás sempre governado por outros. A verdadeira governação começa por te saberes governar a ti, à tua mente, às tuas emoções, o teu corpo, o teu espaço. Quando atingires esse nível, e houver uma massa critica de indivíduos que o atinja, a classe politica será erradicada, pois será obsoleta, de outra forma seremos governados por eles, não porque eles sejam mais conscientes que nós, mas porque aprenderam a fazê-lo (governar os outros).

O termo Política, que vem de Pólis, cidade, refere-se aos assuntos da cidade, aos assuntos do viver em comum.



Para Platão, o inverso de não participar nos assuntos da Pólis e ser governado pelos que nos são inferiores, era participar ativamente, seja retirando, por todos os meios possíveis, os incompetentes do poder, levando-os a uma autocorreção ou, sem esperança de melhoria, a um afastamento completo; seja pelo auto aperfeiçoamento em todos os campos do saber e da virtude, ou harmonização pessoal. Estes dois aspectos são complementares, e fazem parte da gradual ascese do ser humano. Dessa forma, poderíamos ser governados pelos que nos são superiores em termos de conhecimento, de competência e de valor moral. O homem que deseja auto aperfeiçoar-se, deseja ser governado e orientado pelos mais sábios que ele, certamente.



Portanto, para Platão, o cidadão consciente é o que averigua todos os aspectos da cidade para estar bem informado acerca daquilo que está incorreto, ou que ofende o bem comum. Assim pode atuar para a destituição do poder daqueles elementos que não representam devidamente esse bem comum e o interesse coletivo.



Para Platão a existência de líderes políticos é uma realidade inegável do nosso desenvolvimento -- há pessoas que ao longo da sua vida irão sempre manifestar interesse em assuntos sociais e de organização, do mesmo modo que haverá pessoas que durante toda a sua vida irão sempre manifestar grande interesse em artesanato ou em comércio.

*Text por Douglas Cardoso, por e-mail, via Grupo Resistência Democrática.. .

Nenhum comentário:

Postar um comentário