segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Os rolezinhos, a esquerda e o racismo...E VIVA O BRASIL!!!

E no país onde a falta de cultura faz a necessidade em criar uma pasta cabide "tipo ministério" para políticas sobre igualdade racial. 
Colocaram uma cumpanhêra no cargo de "ministra" que não consegue sair do lugar comum.
Uma pasta que lutaria pela igualdade racial, apesar que ser humano é tudo igual e a divisão por raças é apenas para anteder a interesses ideológicos e satisfazer aos politicamente corretos idiotas de plantão, sem contar que encabresta parcela da sociedade tida como "minorias" e inventa alguns benefícios exdruxulos e populistas sempre atrás de votos.
Bem, a sinistra da "igualdade racial" é de uma pequenez ímpar. Suas declarações são de uma obtusidade e preconceito nuncaantesvistosnahistóriadestepaís. Para a sinistra, tudo que não esteja de acordo com o que ela acredita é racismo e discriminação racial.
Já estamos cansados de ver pela mídia a quantidade de bobagens que dona Luiza é capaz de vomitar, como uma metralhadora giratória ela despeja seu ódio aos brancos á cada oportunidade.
Já vimos de tudo em matéria de intolerância oficial e de "capachismo" partidário partindo da bocarra da sinistra.
Em se tratando de crimes raciais que a pasta em que está empilhada a cumpanhera Luiza, a maior falta de vergonha na cara e de política realmente séria contra o racismo, foram os ataques raciais que o Ministro Joaquim Barbosa recebeu e continua recebendo dos MAV  e dos militontos do PT. Só que a intolerância racial tem ideologia, e se os brancos, ou não, atacam Barbosa pela cor de sua pele, isso não é racismo, é ideologia vagabunda hipócrita e barata.
Agora vem a ministra novamente e detona um balde de merda sobre a sociedade quando diz que a proibição dos rolezinhos em shoppings são discriminação racial, e medo que os brancos tem dos negros.
Bem, em uma sociedade séria tais declarações seriam o suficiente para que a sinistra perdesse o cabide, e ainda mais, poderia sofrer algumas sansões penais por pregar o "apartaide" Tupiniquim.
Os rolezinhos são um fenômeno social em que a esquerda já colocou as pútridas patas e vai dar no que deram os Black Blocs, e o estado de direito vai cada vez mais ficando em xeque, onde uma legião de tarados ideológicos travestidos de "intelequiutais" fomentam a baderna como forma de evolução social.
Com a ajuda da imprensa amestrada, com "intelequituais" imbecis, com um governo repleto de cretinos e com uma sinistra descaradamente racista, a sociedade Tupiniquim tende a convulsão social.
Os rolezinhos eram apenas um movimento de jovens da periferia que queriam aparecer. Hoje, ele está infectado pela ideologia do quanto pior melhor, aguardemos a situação sair do controle, em ano de Copa do Mundo isso só faz bem para a imagem do Brasil.
Mas, quem está preocupado com isso não é mesmo?
O que não podem é discriminar os jovens negros da periferia, afinal, nas periferias e nos rolezinhos só tem negros né? Não existem brancos pobres morando nas periferias.
E ainda teve um colunista de um jornal de sei lá onde que chamou a sinistra de Anta....Puta mania que esse povo tem de ofender as Antas!!!  ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário